29 de Jul de 2014
Jornal Extra de Alagoas

Notícias

atualizado 20 de Setembro de 2012 - 08:15

Jornais do Brasil

Manchetes dos principais jornais do Brasil-quinta-feira-20 de setembro

O GLOBO: A hora do mensalão – Relator condena também o delator

Foto: Ilustração

CORREIO BRAZILIENSE :    PF prende o espião dos espiões da Abin

CORREIO BRAZILIENSE : PF prende o espião dos espiões da Abin

CORREIO BRAZILIENSE

PF prende o espião dos espiões da Abin

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin), ligada diretamente à Presidência da República por meio do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), foi espionada por um oficial de inteligência do próprio órgão. Um inimigo íntimo. Até ser descoberto, o espião já havia conseguido “hackear” 238 senhas dos investigadores que trabalham em investigações estratégicas. No fim da tarde da sexta-feira passada, a Polícia Federal (PF) montou uma operação e conseguiu prender o infiltrado em flagrante dentro de sua sala de trabalho na instituição. O episódio delicado, tratado de maneira sigilosa até então, expôs de maneira constrangedora a fragilidade da estrutura responsável por investigar, principalmente, ameaças potenciais ao chefe de Estado.

Agora, o grande desafio da Abin e da PF é tentar descobrir para quem o investigador trabalhava. Após ser preso, o servidor foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal em Brasília, na Asa Sul. Ele foi libertado no sábado, após a Justiça arbitrar fiança no valor de três salários mínimos e meio.

No início da noite de ontem, o GSI confirmou a informação. Em comunicado encaminhado ao Correio, o gabinete ressaltou que o órgão, em parceria com a Polícia Federal, esperou o momento oportuno para prender o agente. “Na última sexta-feira, a Abin decidiu ser o momento oportuno para contatar a Polícia Federal, que instaurou o procedimento legal que a situação requer, com base no Código Penal Brasileiro”, diz a nota oficial. A Abin comunicou que a Corregedoria-Geral da autarquia instaurou processo administrativo disciplinar para dar seguimento às medidas administrativas cabíveis. Só depois disso, o araponga será expulso do serviço público.

“A agência verificou um fluxo atípico de dados em uma estação de trabalho na sua sede em Brasília. As atividades desenvolvidas nessa estação foram acompanhadas, identificando diversas ações vetadas por regulamentos e normas legais”, salienta o GSI.

A PF confirmou oficialmente que o agente foi enquadrado por violação de sigilo funcional, crime previsto no Artigo 325 do Código Penal, com pena de seis meses a 2 anos de detenção ou multa, se o fato não acarretar consequências mais graves.

Como na maior parte dos órgãos estatais, os cargos da Abin são preenchidos, desde 1994, por meio de concurso público. Ainda fazem parte da agência alguns ex-funcionários dos órgãos de inteligência que a antecederam, sobretudo do Serviço Nacional de Informações (SNI), criado na ditadura militar e extinto pelo presidente Fernando Collor de Mello em 1990.

A criação da Abin proporcionou ao Estado brasileiro institucionalizar a atividade de inteligência, mediante ações de coordenação do fluxo de informações necessárias às decisões de governo.

Barbosa deixa Dirceu para mais tarde

Os petistas acusados de formar o núcleo político do esquema do mensalão — Dirceu (apontado como chefe da quadrilha), Delúbio e Genoino — só devem ser julgados às vésperas do 1º turno das eleições municipais. Ontem, foi a vez de o delator do escândalo que abalou o governo Lula, Roberto Jefferson, sentir o rigor do ministro Joaquim Barbosa: foi considerado culpado do crime de corrupção passiva. Relator do processo no STF,Barbosa também pediu a condenação do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) por corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Laranjas de Canhedo serão excluídos de licitação

Parecer do DFTrans dirá que empresas de ônibus ligadas ao empresário, conforme revelou a repórter Lílian Tahan, não têm condições de concorrer.

Guerra santa: França acirra a fúria islâmica

Depois do filme americano sobre Maomé, revista francesa publica caricaturas do profeta e aumenta a ira dos muçulmanos. Temendo protestos, Paris fecha embaixadas.

Câmara oficializa a suspensão de concurso do dia 30

O GLOBO

A hora do mensalão – Relator condena também o delator

Roberto Jefferson, que denunciou o esquema, é condenado por corrupção passiva, assim como outros cinco réus que pertenciam à cúpula dos dois partidos; faltam ainda os votos dos demais nove ministros do Supremo

O relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, votou ontem pela condenação de mais seis réus, incluindo o delator do esquema, o presidente do PTB, Roberto Jefferson. Barbosa disse haver provas de que dirigentes petebistas e do antigo PL (atual PR) venderam apoio ao governo Lula, em 2003 e 2004. Jefferson foi condenado por corrupção passiva. O deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do partido, receberam o maior número de condenações: corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Alta e condenação

Nove quilos mais magro, Jefferson deixa hospital onde estava internado no Rio desde a semana passada.

Brasil tem o cartão mais caro do mundo

O consumidor brasileiro que opta por pagar o valor mínimo da fatura e financia a dívida no cartão de crédito paga, em média, 238,3% de juros ao ano. A taxa é a mais alta do mundo e é quase cinco vezes maior do que a do segundo colocado, o Peru, com 55%. Além disso, esses juros permanecem inalterados desde 2010, apesar de a taxa básica ter caído ao menor nível histórico. Os juros ficam muito distantes do que pagam consumidores de EUA e Reino Unido, entre 16% e 18% ao ano, informa Lucianne Carneiro. Segundo as operadoras, um dos fatores que oneram a taxa é o serviço de parcelamento sem juros.

Charges põem França em alerta

A publicação de caricaturas de Maomé no jornal satírico “Charlie Hebdo” levou a França a fechar embaixadas e escolas em 20 países amanhã, por temer represálias. Líderes islâmicos ouvidos pelo GLOBO dividem-se sobre a resposta à ridicularização do profeta muçulmano.

Maia alerta sobre jogo de cão e gato

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), disse que a MP do novo Código Florestal foi fruto de acordo e que pedirá à presidente Dilma que vete o mínimo possível dos pontos já aprovados, para que a polêmica não recomece. “Se não, vai ficar uma briga de cão e gato” afirmou.

Crime organizado aproveita eleição

Violência e casos de corrupção vêm marcando a disputa eleitoral na Região Metropolitana do Rio. Para o presidente do TRE, Luiz Zveiter, o que está em curso é uma tentativa do crime organizado de tomar o Estado. Para ele, a Lei da Ficha Limpa ainda é insuficiente.

FOLHA DE S. PAULO

Eleições 2012 – Serra se descola de Haddad no duelo por 2º lugar em SP

Tucano oscila 1 ponto para cima no Datafolha e petista, 2 para baixo; Russomano volta aos 35% e se mantém líder

O candidato tucano José Serra se deslocou do petista Fernando Haddad e agora está isolado no segundo lugar na disputa pela Prefeitura de São Paulo, aponta pesquisa Datafolha.

Serra oscilou um ponto para cima (tem 21% das intenções de voto), e Haddad, dois para baixo (19%).

Celso Russomano (PRB) variou três pontos para cima, mantendo-se na liderança com 35% dos votos. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Após ser atacado pelo PSDB, que associa a réus do mensalão, Haddad teve aumento de sua rejeição, de 19% para 23% – a de Serra é de 44%.

Russomano lidera em 6 das 8 grandes regiões de SP e chega a 46% dos votos no extremo da zona leste. Nas simulações de segundo turno, ele vence tanto Serra (57% a 37%) como Haddad (55% a 30%).

Mensalão o julgamento – Relator do mensalão condena Roberto Jefferson por corrupção

O relator do mensalão no STF, Joaquim Barbosa, votou pela condenação do delator do esquema, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), por corrupção passiva. Ele entendeu que os R$ 4,5 milhões recebidos por Jefferson e outros membros do PTB “de modo algum podem ser caracterizados como mera ajuda de campanha”.

Jefferson, que teve o mandato cassado em 2005 pela Câmara, nega ter participado do esquema e afirma que o dinheiro se devia a acordo eleitoral com o PT.

O relator também votou pela condenação do deputado Valdemar Costa Neto (PR) por corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Seu partido a época, o PL, recebeu R$ 11 milhões, de acordo com o ministro.

Barbosa pediu que a análise do crime de corrupção ativa contra os réus do PT seja adiada, que deve ocorrer na semana que antecede as eleições.

França fecha 20 embaixadas por um dia com temor de ataque

O governo francês mandou fechar amanhã, por um dia, embaixadas e consulados em 20 países de população muçulmana. Há o temor de reação à publicação, pela revista “Charlie Hebdo”, de charge que satiriza Maomé. O periódico de Paris evocou a defesa da liberdade de expressão. Líderes islâmicos pediram calma, mas criticaram a revista.

Clóvis Rossi

Mitt Romney vive seu ‘momento Justo Veríssimo’.

Recurso foi mal interpretado, diz Fernando Haddad

O candidato do PT à Prefeitura de SP, Fernando Haddad, disse que sua campanha foi mal interpretada ao tentar tirar do ar comercial do PSDB que o liga a réus do mensalão, como revelou a Folha. Haddad afirmou que “degradante” é a forma como Serra trata a política, e não a ligação entre ele e os colegas de partido.

Russomanno é ‘bom católico’, defende bispo do padre Marcelo

O ESTADO DE S. PAULO

Relator condena Jefferson, delator do esquema do mensalão

No segundo dia de leitura de seu voto que envolve parlamentares que receberam dinheiro do mensalão, o relator do processo, Joaquim Barbosa, condenou o delator do esquema, Roberto Jefferson, presidente do PTB, pelo crime de corrupção passiva. O ministro também entendeu que o PL (atual PR), do ex-vice-presidente José Alencar, foi beneficiário do valerioduto. Barbosa condenou o deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), ex-presidente do PL, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Hoje, Barbosa vai concluir a análise sobre o PTB e votar sobre a conduta de José Borba (PMDB). O relator disse que Romeu Queiroz e José Carlos Martinez (falecido em outubro de 2003) receberam do PT mais de R$ 5 milhões para compra de apoio político do PTB.

‘Corrupção não se aplica a mim’

Após receber alta do Hospital Samaritano, onde ficou internado por uma semana, Roberto Jefferson negou acusações. “Não aluguei minha bancada no mensalão.”

Eleições 2012: Debate da Igreja, hoje, não terá Russomanno

A Arquidiocese de São Paulo realiza hoje debate entre candidatos a prefeito sem a presença de Celso Russomanno (PRB). A coordenação de campanha do candidato resolveu que Russomanno não deve comparecer ao evento com religiosos, já que o arcebispo metropolitano, d. Odilo Scherer, não aceitou recebê-lo antes do encontro. O candidato havia colocado essa condição como forma de desfazer “mal-entendido” com a Igreja Católica.

Charges com Maomé levam França a fechar embaixadas

A publicação de charges de Maomé pelo semanário parisiense Charlie Hebdo levou o governo da França a ordenar o fechamento de embaixadas e escolas em 20 países muçulmanos amanhã, dia sagrado para o Islã. A ordem leva em conta os distúrbios antiamericanos dá semana passada. EUA e Espanha também colocaram suas representações em alerta.

O Brasil inovador

Caderno mapeia projetos e iniciativas que conseguiram superar dificuldades no País.

Carros econômicos vão pagar menos IPI

Professores brasileiros deixam o Timor-Leste

Dora Kramer: Vergonha alheia

Parlamentares petistas tratam o Supremo como uma facção partidária apenas porque seus interesses e expectativas estão sendo contrariados.

Veríssimo: No contexto

Na discussão sobre o “racismo” na obra de Monteiro Lobato, o essencial é que não se prive nenhuma criança brasileira de ler o autor.


Tags: manchetes,jornais,brasil,quinta-feira

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário:












Comentário enviado com sucesso.

enviar outro comentário.